01/11: O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos

Tudo que Clara (Mackenzie Foy) deseja é obter uma chave – uma chave única, capaz de abrir uma caixa que contém um presente de valor inestimável deixado por sua mãe já morta. Ligações estratégicas apresentadas a ela na festa anual de seu padrinho Drosselmeyer (Morgan Freeman), levam Clara à cobiçada chave – que rapidamente desaparece em um estranho e misterioso mundo paralelo. É lá que Clara encontra um soldado chamado Phillip (Jayden Fowora-Knight), uma gangue de camundongos e os regentes que presidem os três reinos: o Reino da Neves, o Reino das Flores e o Reino dos Doces. Clara e Phillip precisam enfrentar o sinistro Quarto Reino, onde vive a tirana mãe Ginger (Helen Mirren), para recuperar a chave e ter esperança de trazer a harmonia de volta ao seu mundo. Estrelando Keira Knightley como a Fada Açucarada, e com uma participação especial de Misty Copeland, a nova produção da Disney – “O Quebra-nozes e os quatro Reinos” – é inspirada no conto clássico de E.T.A. Hoffmann (O Quebra-Nozes e o Rei dos Camundongos) e dirigida por Lasse Hallström, e estará em cartaz nos cinemas a partir de 1º de novembro de 2018.

Gênero: Fantasia/Aventura
Classificação indicativa: a confirmar
Data de lançamento no Brasil:  1º de novembro de 2018
Elenco: Keira Knightley, Mackenzie Foy, Eugenio Derbez, Matthew Macfadyen, Richard E. Grant, Sergei Polunin, Jayden Fowora-Knight, Omid Djalili, Jack Whitehall, Meera Syal, Ellie Bamber, Misty Copeland, com Helen Mirren e Morgan Freeman.
Diretor: Lasse Hallström
Produtores: Mark Gordon, Larry Franco
Produtores executivos: Sara Smith, Lindy Goldstein
Roteiro: Ashleigh Powell e Simon Beaufoy

Curiosidade
E.T.A. Hoffmann escreveu “The Nutcracker and the Mouse King” (O Quebra-Nozes e o Rei dos Camundongos) em 1816. Uma adaptação foi feita posteriormente por Alexandre Dumas Père, com “O Quebra-Nozes” criado para a música de Tchaikovsky e o balé encomendado em 1891 pelo diretor dos Teatros Imperiais Russos. Por ter estreado uma semana antes do Natal em 1892, o balé de conto de fadas – encenado na véspera de Natal – tornou-se uma tradição do período de festas em todo o mundo. O New York City Ballet fez o primeiro “Quebra-Nozes” de George Balanchine em 1954.