06 a 09/09: Game XP 2018 reforça vocação do Rio de Janeiro em realizar grandes eventos

95 mil pessoas lotaram o evento, confirmando que é possível manter um Rio de Janeiro de paz

Mais uma vez a Cidade do Rio de Janeiro foi palco de um grande evento e reafirmou sua vocação para grandes produções com a apresentação do primeiro game parque do mundo. A Game XP 2018, que nasceu no Rock in Rio 2017 e ganhou vida própria este ano, reuniu 95 mil pessoas durante quatro dias (de 6 a 9 de setembro) no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca. O clima foi de celebração e paz entre famílias e as diversas tribos que passaram pelo local. Pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e divulgada neste domingo pelo Ministério da Cultura (MinC) apontou um impacto econômico da Game XP de R$ 53,9 milhões para o Brasil.

De acordo com a FGV, do montante arrecadado R$ 36,7 milhões são de impacto direto (hospedagem, alimentação e transporte), enquanto os demais R$ 17,2 milhões referem-se ao efeito indireto. A metodologia desenvolvida pela instituição considera o efeito cascata que os gastos do público da Game XP têm na economia local.

Para o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, os dados da pesquisa da FGV mostram o efeito multiplicador que a Game XP tem para o mercado nacional. “Estou certo de que entre o volume de visitantes que passou pelo evento, há muitas pessoas que começam a partir de agora a ter um novo olhar sobre o setor de games. Não apenas como consumidores, mas também como uma alternativa profissional. Nossa tarefa é transformar o sonho dessas pessoas em uma possibilidade real. A Política cultural é sinônimo de desenvolvimento econômico. As atividades que estão no campo da economia criativa tem um alto impacto na geração de renda e empregos das famílias. O Brasil tem um enorme potencial de crescimento e uma vocação natural neste setor”, ressalta.

Roberta Coelho, Diretora Geral da Game XP, comemora o sucesso do evento. “É impactante ver as pessoas entrarem pelo pórtico do parque e celebrarem a chegada de mais um grande evento nesta cidade maravilhosa. A Game XP pertence aos brasileiros. Afinal, o Brasil é um celeiro de talentos e tem a capacidade de produzir conteúdo de muita qualidade. Somos o exemplo real de que é possível dar continuidade a um legado incrível, o Olímpico, quando usamos para tantos eventos este espaço do Parque Olímpico, como fazemos já no Rock in Rio e, desde o ano passado, com a Game XP. E, mais do que isso, mais uma vez demonstramos que somos capazes de ter dias de paz e muita festa entre famílias inteiras que nos visitam. Isto é a atmosfera carioca, a alma do brasileiro”, reforça.

Somando os quatro dias de evento, somente a Inova Arena, focada em inovação e tecnologia, e a GamePlay Arena, dedicada a experimentação e lançamentos dos principais jogos do mercado, além de receber o concurso de cosplays, receberam mais de 83 mil pessoas, cada uma. Já a Oi Game Arena, onde foram realizadas as disputas de e-sports, teve um público de mais de 57 mil visitantes.

Roberto Fabri, diretor da Game XP, conta que o evento conseguiu ampliar a visão do público sobre o universo gamer, além de abrir novas frentes para esta gigantesca indústria ao investir no cenário carioca. “Nesta edição da Game XP tiramos o e-sport de um nicho e o apresentamos como um conteúdo de entretenimento para o grande público. Aqui dentro, isso ficou muito claro ao recebermos famílias inteiras, que assistiram pela primeira vez campeonatos oficiais disputados na Oi Game Arena e também se aventuraram nos consoles da GamePlay Arena. Desmitificamos os games para o público em geral e abrimos uma nova frente de mercado para a indústria, que a partir de agora verá o Rio de Janeiro com uma nova possibilidade para conversas”, afima Fabri, lembrando que esta é a indústria que mais cresce no mundo e é maior que a do cinema e da música juntas.

Entre as ativações da Experience Bay, na área externa da Game XP, as que mais receberam visitantes foram a Roda Gigante Oi, Waka-a-Friend e PES Experience.

Na área de consumo, quem visitou o evento não deixou de passar pela loja de produtos oficiais, que teve inúmeros itens esgotados, entre eles bonés, chaveiros e camisetas. Já na gastronomia do parque foram consumidas 3 toneladas de batatas-fritas e 10 mil unidades de sorvete, por exemplo.

Primeiro dia da Game XP movimenta o Parque Olímpico

Considerado o primeiro Game Park do mundo, a Game XP abriu as portas nesta quinta-feira, 6, e recebeu um público ansioso para mergulhar em um universo repleto de entretenimento e experiências tecnológicas. Mais de 20 mil pessoas circularam pelo Parque Olímpico, se dividindo entre a Oi Game Arena, Game Play Arena, Inova Arena e Experience Bay.

O clima de competição tomou conta da Oi Game Arena, com a disputa da primeira semifinal de CS:GO Feminino e o primeiro campeonato oficial de Mário Kart 8 Deluxe do Brasil. O público acompanhou e vibrou com a vitória da equipe Bootkamp Gaming contra as jogadoras da Não Tem Como (NTC), transmitida na maior tela de games do mundo, com 1500m2. “Começamos o primeiro mapa com um pouco de receio, pois não sabíamos como elas iriam jogar, mas conseguimos manter a vantagem até o final”, contou Olga Rodrigues, jogadora da Bootkamp. Com a vitória nos dois mapas, a equipe garantiu a vaga na final, que será disputada no sábado, também na Oi Game Arena.

A GamePlay passou todo o dia com grande movimento de público. É neste espaço que estão as principais empresas de videogame do mundo como a Playstation, Nintendo e Ubisoft, que este ano participará exclusivamente do evento. Os gamers puderam experimentar em primeira mão jogos como o novo Spider-Man, que será lançado pela Playstation nesta sexta-feira, dia 7 de setembro. A novidade fez sucesso entre os fãs da franquia. “Esse é o melhor Spider-Man de todos os tempos, o jogo flui muito bem”, elogiou o jogador Felipe Montorel. O espaço também foi palco das qualificatórias de Ubisoft Rainbow 6 Siege Feminino, abrigou um telão com Pro Evolution Soccer, um estande especial com o clássico da Nintendo, Mário Kart, e um labirinto gigante que levou a experiência de Pac Man para a vida real.

Na Inova Arena, onde a tecnologia está na linha de frente, uma das ativações mais disputadas foi NBA Fan Zone. A atividade atraiu dezenas de entusiastas para participar de desafios na quadra interativa de LED, presente no Brasil pela primeira vez. Já o espaço da ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, apresentou ao público importantes tecnologias utilizadas pela indústria de uma forma lúdica. A ativação promovida pela Estácio também despertou a curiosidade dos visitantes. “É muito bacana permitir que as crianças tenham esse contato com a robótica nesse espaço do universo gamer”, comentou André Barbosa, pai de Pedro, de apenas 5 anos e que já estava interessado em tudo o que o evento apresenta.

O local também recebeu uma programação variada de palestras interativas. Uma delas, sobre “Esporte e Inovação”, convidou atletas olímpicos para demonstrar como a tecnologia auxilia na performance de treinos e prevenção lesões. Outro grande destaque foi o bate-papo sobre “Mulheres Desenvolvedoras”. Nele, as participantes abordaram temas como conquistas do mercado e desafios para os próximos anos.

A área externa do evento, a Experience Bay, encantou crianças e adultos com dez atrações incríveis, que colocaram o público como personagem principal. “Eu já participei do jogo Just Dance 2019, do Playstation Truck e agora vou à Oi Roda Gigante. Estou amando tudo”, destacou Lucas Maia, de 11 anos. Anexo ao Experience Bay, o Beer Garden, proporcionou aos visitantes, momentos de descontração, com opções diversas de food trucks e cervejas especiais.

Jogos com versões em tamanho real caem no gosto do público que visitou o segundo dia da Game XP
O segundo dia da Game XP foi de céu azul, poucas nuvens e repleto de experiências inesquecíveis. Com ingressos esgotados para sábado e domingo, neste feriadão da Independência do Brasil, o evento também atingiu sua capacidade máxima. Passaram pelo Parque Olímpico 25 mil pessoas, que puderam conhecer as atividades do primeiro Game Park do mundo. Uma verdadeira imersão nos jogos, colocando visitantes como atores principais dos jogos que ganharam tamanho real.

A Experience Bay, um parque de diversões inspirado no universo dos games, proporcionou um festival de experiências imersivas em games, como Clash Royale King Size, Spiderman Challenge e Arena Rainbown Six Siege. O estudante Dawenn Magnus, 17 anos, conta que ficou impressionado. “A estrutura está excelente, tem opções para quem gosta de jogos de lazer, para os que sonham em se tornar profissionais, e até para quem se interessa por questões além do jogo, como as inovações tecnológicas que são geradas a partir deles. Me diverti muito aqui hoje”, contou.

A Oi Game Arena foi palco da final do Torneio Universitário Sul-americano de League of Legends, disputada em três fases por equipes do Brasil, da Colômbia e do Peru. Com casa cheia, as partidas contagiaram o público, que vibrou a cada jogada. “Estar em uma arena como essa é emocionante. É incrível que o nosso jogo esteja sendo transmitido na maior tela de games do mundo e mobilizando tantas pessoas”, contou Marcus Kuroda, da equipe brasileira UFABC Storm. Também jogaram pelo título, em uma competição emocionante, os times finalistas do circuito feminino de Rainbow Six.

A Inova Arena também recebeu um grande número de gamers e entusiastas. Dentre os destaques, a atração Hyperloop movimentou o espaço da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial – ABDI e chamou a atenção de jovens e adultos. “O simulador me fez sentir em um dos trens mais rápidos do mundo. Uma experiência única e indescritível”, destacou Gabriela Souza, 15 anos. O presidente da Hyperloop Transportation Technology, Bibop Gresta, passou pelo palco da arena para conversar com o público sobre a atração.

O estande da Estácio e Time Brasil recebeu uma batalha de robôs que simulava uma luta de sumô. Os robôs, criados por alunos e professores dos cursos de engenharia, divertiram o público. Uma nova batalha acontecerá no domingo (18). “Essa é a minha primeira vez no Rio de Janeiro. Eu já cantei na Rock Stage, joguei basquete na NBA e agora quero conhecer os simuladores e participar das atividades do estande da Estácio. Essa Arena está demais”, concluiu André de Azevedo (16).

Além disso, a Oi marcou presença ao falar sobre Smart Cities e de como a tecnologia pode ser usada a favor das cidades inteligentes, em painel apresentado por Mauro Fukuda, diretor de Tecnologia da empresa. Usando exemplos de cidades como Santander, na Espanha, o painel abordou de que modo a tecnologia transforma de maneira inteligente a segurança, infraestrutura, mobilidade urbana e o meio ambiente dessas cidades. “Ao investir em soluções inteligentes, as cidades melhoram a qualidade de vida de seus moradores, otimizam o tempo e facilitam a vida de todos”, disse Mauro Fukuda.

Ainda na Inova Arena, o palco Inova Stage, recebeu grandes nomes dos mercados de tecnologia, games e entretenimento, nacionais e internacionais, que subiram ao palco para apresentar desafios e soluções tecnológicas para o futuro. Na palestra sobre ‘Experiência e inovação no maior festival de música do mundo’, o CEO do Rock in Rio, Luis Justo, explicou a partir de vídeos ilustrativos, como a tecnologia ajuda a promover experiências transformadoras. Também como parte da programação, o empreendedor social Rodrigo Baggio, fundador da organização social Recode, destacou como os jovens podem usar as novas tecnologias para transformar suas vidas e a realidade de suas comunidades. Acesso à informação e inclusão foram pilares do Stage, onde todas as palestras foram traduzidas em libras. Para Baggio, um empreendedor social que dedica sua vida a disseminar  a tecnologia entre os jovens e os empodera a partir de vasto conhecimento no setor, “a gamificação é um caminho necessário para dar protagonismo aos jovens e gerar interesse na busca permanente por conhecimento”.

 


O sábado  foi marcado pelas finais de e-sports. Contato entre público e seus ídolos também se intensificaram
O penúltimo dia da Game XP foi repleto de emoções. Além das finais de campeonatos oficiais de e-sports – CS:GO, Injustice e Just Dance -, o primeiro Game Park do mundo recebeu um público sedento por novidades tecnológicas, encontros com ídolos e muita diversão.

Começando pela Oi Game Arena, palco das finais do circuito feminino de CS:GO, da etapa Rio do Just Dance Tour e das finais do sul-americano de Injustice – top 8 Console, foi necessária visão estratégica, preparo físico e velocidade de raciocínio por parte dos competidores. A maior tela de games do mundo, com 1.500 m² consagrou a equipe de CS:GO Optic Gaming, que foi a vencedora dos dois mapas a zero sobre a Bootkamp.

“Foi muito legal a experiência de jogar com transmissão na maior tela do mundo! Ter esse contato com o público é muito importante para a gente. É bom que as pessoas possam ver de perto que as mulheres também jogam e estão aí competindo com qualidade”, comentou Pamela Shibuya, integrante do Optic Gaming.

Já na etapa Rio de Just Dance, valendo vaga para a final nacional que acontecerá em dezembro, em São Paulo, o grande vencedor foi Guilherme Ennes. “Minha história com o Just Dance é longa, venho tentando representar o Brasil desde 2016 no circuito internacional e agora poderei disputar essa chance em dezembro. Vencer aqui nessa arena, com o público e meus amigos me dando apoio, foi indescritível”, celebrou ele.

E se estar perto de amigos e fãs é ponto a favor para os jogadores, o público também vibrou por encontrar seus ídolos de perto. O técnico de informática Alessandro Corra, de 21 anos, vibrou com a possibilidade de conhecer o quadrinista Ivan Reis na GamePlay. “Acompanho o trabalho dele há muito tempo. É muito bacana ele estar aqui, pois é uma oportunidade rara. Aproveitei para pegar autógrafo e um desenho”, contou. A experiência de conhecer jogos em primeira mão também foi um dos pontos positivos do espaço ressaltados por ele. “Todo mundo gosta de exclusividade e aqui a gente encontra jogos que ainda nem foram lançados”, concluiu.

Na Inova Arena o dia foi de muita tecnologia, jogos interativos e palestras diferenciadas. No estande da TV Globo, o Mentorama deixou o público extasiado por propor uma corrida de kart com o poder da mente. “Você tem que se concentrar, focar sua energia em movimentar o carrinho e acontece. É como mágica! Estou fascinado”, declarou Gabriel Batista, carioca de 16 anos.

Ainda na mesma arena, o Inova Stage recebeu uma programação variada ao longo deste sábado. O casal de youtubers, Gusta Stockler e Alessandra Prado, participou junto ao jornalista e apresentador, Tiago Leifert, de um bate-papo animado, sobre temas contemporâneos, como aplicativos de relacionamento, namoro pela internet e cuidados com exposição nas redes sociais, entre outros assuntos.

Outro grande destaque foi a apresentação do projeto Game XP Innovator, que oferece inovação, empreendedorismo e tecnologia para alunos e professores dentro das escolas. Participaram do encontro Luis Justo, CEO Rock in Rio, Pierre Mantovani, CEO & Partner do Omelete Group, Rodrigo Vicentini, CEO da NBA Brasil, Francisco Santos, representante do Rock in Rio Innovation Week, Marco Carvalho, CEO e cofundador da Immplay, Carlos Tunes e Jeni Shi da IBM Watson, Daniel Moczydlower, VP de tecnologia da Embraer,  André Bello, da Singularity University Brazil Summit, e Guto Ferreira, Presidente da ABDI. “Reunimos um time de peso para juntos desenvolvermos conteúdos que modernizem a metodologia de ensino atual nas escolas. O objetivo é quebrar barreiras e apresentar inovações práticas para a educação brasileira”, afirmou Roberta Coelho, Diretora Geral Game XP 2018.

Na Experience Bay, o espaço Geek Lab, atraiu centenas de fãs e tornou ainda mais enriquecedora a vivência no evento. Três totens interativos com sete paisagens diferentes possibilitaram o público registrar a energia de fazer parte do festival. Durante todo o dia, a presença dos cosplayers foi uma atração à parte, chamando a atenção de todos os visitantes que paravam para fotos com Homem Aranha, Super Homem, Capitão América, Mario Kart, além das princesas da Disney, como a Merida e a Tiana, entre outros. “Adultos e crianças ficam fascinados com a nossa participação e nos alegramos em poder recebê-los. O evento está um sucesso. Espero poder estar aqui no ano que vem”, declarou James Azevedo, de 38 anos, que interpreta o personagem super-homem.

O telão da OI
Para garantir o máximo de qualidade para o público que foi conferir o principal palco de E-Sports do Brasil na Oi Game Arena, a produção do evento firmou parceria com a Christie Digital para receber projetores com resolução 4K que foram responsáveis por dar vida a maior tela de games do mundo, com seus incríveis 1.500 metros quadrados.

Os equipamentos são do modelo boxer 4K30, projetores de alta resolução, com 3DLP e 30.000 lumens cada, e foram desenhados com a intenção de criar alto impacto visual para eventos ao vivo.

“Nós da Christie Brasil nos sentimos honrados e muito felizes por continuar a parceria tão bem sucedida com a Omelete e a sua equipe super dedicada e profissional. Temos toda a confiança do mundo neste casamento entre o mundo dos games e as nossas tecnologias de projeção, e por isso somos fãs dessa mistura que crescerá ainda mais com belos resultados” diz Ricardo Laporta, Territory Sales Manager da Christie Digital.

“Contar com a parceria da Christie foi fundamental para trazermos a qualidade que queríamos para a Oi Game Arena. A tecnologia nos permitiu proporcionar uma experiência única para o nosso público, com a melhor imagem possível”, ressalta Roberto Fabri, CMO da Game XP.

A Oi Game Arena recebeu campeonatos oficiais dos principais games de E-Sports, com jogadores profissionais disputando competições como a final do Brasileirão Rainbow Six, Campeonato Brasileiro de Injustice 2, Circuito Feminino de R6 e Just Dance, as competições de CS:GO Feminino e Masculino, Clash Royale, League of Legends e o primeiro campeonato oficial de Mario Kart 8 Deluxe do Brasil.

Sobre a Christie
Christie Digital Systems USA, Inc. é uma empresa global de tecnologias visuais e de áudio e é uma subsidiária de propriedade total da Ushio Inc., Japão, (JP:6925). Consistentemente estabelecendo padrões por ser a primeira a comercializar alguns dos projetores mais avançados do mundo e sistemas de exibição completos, a Christie é reconhecida como uma das mais inovadoras empresas de tecnologia visuais no mundo. Desde soluções de exibição de varejo até Hollywood, centros de comando de missão crítica para salas de aula e simuladores de treinamento, as soluções de exibição e projetores Christie capturam a atenção do público em todo o mundo com imagens dinâmicas e impressionantes. Visite www.christiedigital.com para mais informações.

Os destaques do quarto e último dia da edição 2018 da Game XP – Oi Game Arena com disputas acirradíssimas
Com casa cheia, a Game XP 2018 se consolida no calendário oficial de eventos da Cidade do Rio de Janeiro. Nos destaques do domingo, 9, último dia da Game XP, na Oi Game Arena, onde o público vibrou a cada jogada, foram realizadas as finais do brasileirão Rainbow Six. Disputado no formato melhor de três mapas, o torneio trouxe para a maior tela de games do mundo as disputas preliminares e a grande final, para a qual o público lotou o espaço até o fim das partidas.

O primeiro confronto do dia foi entre a Yeah! Gaming e o Team One, com vitória do primeiro por 2 a 0. Em seguida, a Yeah! Gaming disputou a vaga na final contra a Black Dragons, em uma partida emocionante. O time da Black Dragons levou a melhor e avançou para a grande final, para enfrentar a equipe Faze Clan, que já era finalista por ter conquistado o primeiro lugar na fase inicial do torneio.

Antes da aguardada final a Filarmônica do Rio de Janeiro apresentou a clássica trilha sonora do jogo trazendo ainda mais expectativa e emocionando o público presente. Ao som dos bastões dos torcedores da Black Dragons, o duelo com a Faze Clan pelo título Brasileiro de Rainbow Six teve início. A disputa seguiu apertada até o 6º round, com jogo empatado. Mas as grandes jogadas dos players Cameram4n e Gohan garantiram a Faze Clan o primeiro mapa por 6 a 4.

O segundo mapa, agora de escolha da Black Dragons, foi o Consulado. Com os operadores Glass, Termite Valkyrie e Vigil banidos, o jogo recomeçou. No meio do round esta equipe abriu 3 a 1, fazendo o público voltar a agitar seus bastões efusivamente. Com o apoio de sua torcida, a Black Dragons não se deixou abater pelo resultado do primeiro mapa e venceu facilmente por 6 a 2, levando a final para o terceiro round e expectadores a loucura.

Com Lion, Ying, Mira, Jagger banidos, o jogo na Fronteira (mapa determinado) começou com um 1 a 0 pra Dragons com um Double kill do Kamikaze. A comunicação e rotação bem executadas garantiram a Faze a virada do jogo e a ampliação da vantagem para 3 a 1. Com a Black Dragons na defesa a Faze cresceu ainda mais na reta final, tornando se bi-campeão do Brasileirão Rainbow 6. Cameram4n descreveu o sentimento pela vitória, “Muito feliz título! É algo que a gente sempre busca e hoje conseguimos. O time todo está de parabéns e agora é seguir para conquistar outros títulos daqui pra frente”, finalizou o atleta da Faze Clan.

Na Experience Bay, a arena Rainbown Six: Siege também foi destaque. Sucesso entre os visitantes, o cenário em tamanho real inspirado no jogo reuniu pessoas de todas as idades, que se divertiram como protagonistas nessa arena. “Eu já conhecia o jogo e achei muito legal ter essa experiência aqui no evento. Não consegui vencer, mas estou feliz de ter participado”, declarou o estudante Heitor Monteiro, de 10 anos, que estava acompanhado da família. Os visitantes do primeiro game park do mundo também tiveram a oportunidade de experimentar na prática os desafios de jogos como Pro Evolution Soccer, Spiderman Challenge e Clash Royale King Size, entre outros.

Na Inova Arena, o quarto e último dia de atividades foi marcado por encontros especiais e uma energia que se tornará inesquecível na lembrança dos participantes. O Estande da Kitlivre, empresa que desenvolve soluções em mobilidade, promoveu a inclusão, diversidade e despertou a atenção do público. Por meio de realidade virtual, os participantes foram convidados a um desafio: participar de uma competição em um triciclo motorizado para cadeirantes. “Acredito que a tecnologia tem sido fundamental para diminuir barreiras e vencer preconceitos. Foi um desafio emocionante e enriquecedor”, declarou Tânia Oliveira, carioca de 32 anos. O espaço ainda ofereceu aluguel de cadeiras de roda e triciclos motorizados.

O espaço Inova Stage, nesta mesma arena, recebeu o empresário, Ricardo Chantilly, e o fundador do Afroreggae, José Júnior, para falar sobre o Afrogames, o primeiro Centro de Formação de Jogadores de E-sports em favelas do mundo. “Como idealizadores do projeto temos o compromisso de usar a tecnologia em prol da transformação. O Centro vai oferecer aulas sobre programação de games, produção musical e língua estrangeira. É preciso qualificar o jovem e democratizar o acesso à informação”, destacou Ricardo.

Ainda como parte das atrações da Inova Arena, o espaço The Last Squad – Ultimate VR Experience, desenvolvido pela empresa Arkave, convidou o público a conhecer um novo formato de entretenimento voltado para experiências multiplayer totalmente imersivas. Em espaços individuais de 28m², os jogadores puderam se movimentar livremente usando todo o corpo para jogar e se divertir. “Nosso objetivo é criar um ambiente, no qual, as pessoas jogam no mesmo espaço físico e virtual, conectadas aos seus amigos, podendo, inclusive, interagir e conversar durante as partidas”, destacou Francisco Chaves, CEO do Arkave.

O espaço temático NBA Fan Zone, também na Inova Arena desafiou os visitantes em uma quadra com tecnologia de ponta apresentada pela primeira vez no Brasil pela NBA. Por lá, passaram atletas profissionais, como Marquinhos, Balbi, Nesbitt e Olivinha (Flamengo), Duda Machado (Vasco da Gama), Cauê Borges (Botafogo) e Tiago Brant (Niterói) – que disputaram um torneio de videogame no NBA2K19, jogo que teve o seu lançamento mundial nesta Game XP. O público pode, durante os quatro dias de evento, jogar nesta quadra, experimentar o game, ver a exposição de camisas de “Lendas”, e ainda tirar fotos com o Troféu Larry O´Brien.

“Estamos muito felizes com o resultado do evento. Temos investido muito em inovação e tecnologia, buscando uma interação cada vez mais próxima com o mundo de games e os nossos fãs, e a Game XP foi uma excelente oportunidade para isso”, afirma Rodrigo Vicentini, head da NBA no Brasil.

E, na Game Play Arena, o concurso de cosplays foi a principal atração do domingo. Dez pares de personagens – já selecionados em votação online pelo público – tiveram seus figurinos, performances e inventividade avaliados por sete jurados durante as apresentações. Criatividade não faltou ao par que representou os personagens Rainha Vermelha e Alice, do jogo Madness Returns, que foi o grande vencedor: “Esse projeto foi feito à base de muito sacrifício, mas acreditamos nele e tínhamos certeza de que faríamos uma apresentação digna da Game XP. É uma responsabilidade muito grande e estamos muito orgulhosas por termos conquistado o principal prêmio e dedicamos a vitória à toda nossa equipe”, conta Claudia Almeida, 47 anos, muito emocionada. A participante, que encarnou a personagem Alice, completa 20 anos dedicado ao universo dos cosplays. A jornalista Nathasha Ferreira, 31 anos, foi a Rainha Vermelha, e é a atual bicampeã do concurso de cosplays da Game XP. Ela conquistou o título na edição de 2017 do evento com a personagem Sora, do jogo Kingdom Hearts 2.

Sobre a Game XP
A Game XP é o maior evento gamer da América Latina e, a partir de 2018, o primeiro Game Park do mundo. A estreia aconteceu no Rock in Rio 2017, quando recebeu 361 mil pessoas durante o festival. Este ano será realizado de forma independente e ocupará, por quatro dias, as três arenas olímpicas da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, que se tornarão a Oi Game Arena, a GamePlay Arena e a Inova Arena, além de uma área externa de 100 mil metros quadrados com ativações para os visitantes. A Game XP é uma parceria dos criadores do Rock in Rio, da CCXP e o Grupo Globo.