17/07: Leandro Karnal, Clarice Niskier, Nilton Bonder e Pedro Herz debatem sobre transgressão na Livraria Cultura do Conjunto Nacional

Bate-papo acontece na terça-feira, 17 de julho, a partir das 19h

 

Em comemoração aos 12 anos da peça “Alma imoral”, o historiador Leandro Karnal, o rabino Nilton Bonder, a atriz Clarice Niskier e o livreiro Pedro Herz debatem sobre “Visões da transgressão”. O evento acontece a partir das 19h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

Com humor fino e delicadeza, o livro “Alma imoral”, de Nilton Bonder, foi adaptado para o teatro, com peça de mesmo nome estrelada por Clarice Niskier e direção de Amir Haddad. Em cartaz há 12 anos no Teatro Eva Herz da Livraria Cultura do Conjunto Nacional, é um dos espetáculos mais longevos e de sucesso do teatro brasileiro, com mais de 450 mil espectadores. O monólogo faz refletir sobre o certo e o errado, a obediência e desobediência, a tradição e a transgressão, a hipocrisia e a honestidade, além de aproximar temas como religião e biologia.

Os participantes
Clarice Niskier: Clarice Niskier ganhou o Prêmio Shell-RJ, na categoria Melhor Atriz, por sua atuação no espetáculo. A peça recebeu também o Prêmio Caravana Funarte de Circulação Nacional de Teatros; e, em 2008, o Prêmio Qualidade Brasil São Paulo de Melhor Atriz- Drama.

Nilton Bonder: Autor de mais de uma vintena de livros, entre eles o best-seller A alma imoral, o rabino Nilton Bonder reflete, no seu mais recente livro, Alma & política, sobre o lugar da política na evolução humana e o sectarismo presente no cenário político atual, no Brasil e no mundo, a partir da sabedoria judaica.

Leandro Karnal: Leandro Karnal é professor Doutor na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) , desde 1996. Graduado em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (RS) e Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Possui pós doutorados pela UNAM, México, e pelo CNRS de Paris. Sua formação cruza História Cultural, Antropologia e Filosofia. É autor de livros que tratam sobre a história dos países, como “História dos Estados Unidos” (Contexto, 2007) e sobre o ensino de História, como “História na sala de aula – conceitos, práticas e propostas” (Contexto, 2003) e “Conversas com um jovem professor” (Contexto, 2012).

Pedro Herz: Pedro Herz assumiu a Livraria Cultura em 1969, tendo sido o responsável por ampliar o que antes era tido como um negócio familiar à escala necessária para ser comercialmente competitivo, sem perder o caráter disseminador de cultura que sua mãe, Eva Herz, fundadora da Livraria Cultura, sempre reivindicou. Formado na Suíça, no curso de Livreiro, uma das marcas de sua gestão foi a inovação: ainda em 1995, a Cultura se tornou a primeira livraria no país a ter venda online. Atualmente, Pedro Herz é presidente do Conselho de Administração da empresa.

Mais informações sobre o espetáculo
http://www.teatroevaherz.com.br/teatro/?l=resenha&npeca=189