17/09: Festival Schola Militum

Schola Militum é um grupo de HEMA (Historical European Martial Arts) e HMB (Historical Medieval Battles) interessados no estudo de combates e cultura medieval. Sempre bem-vindos, interessados (artesãos, escolares, combatentes e entusiastas) em estudarem e promoverem aspectos relacionados à Idade Média foram recebidos o que pode-se chamar de Festival da Schola Militum, já que, no domingo, 17 de setembro, foram vários eventos juntos.

Tarcísio Lakatos e Juliana Couto vão à frente de nobres e honrados guerreiros absolutamente comprometidos com a excelência e o bom atendimento. O sol de rachar deu um aspecto interessante ao evento, que teve sua feira em local aberto com chão de areia. Tal tom foi de realismo, como manda a intenção do grupo, um dos mais radicais e corretos em historicidade. A III Feira Medieval Schola Militum teve entrada gratuita, com vários artesãos e pequenos produtores vendendo seus artigos com as temáticas medieval (histórica e fantástica), esotérica e geek, além de oraculistas oferecendo seus serviços, praça de alimentação com lanches, chopp e outras bebidas, e apresentações gratuitas de Música, Pirofagia, teatro vicentino, além dos concursos de fantasias (históricas e fantásticas), brincadeiras medievais, arena de espada de espuma, arquearia e campeonato de arco-e-flecha.

Um pouco de história
Tarcísio e outros vários membros do grupo são historiadores apaixonados por essa fase da Humanidade pouco registrada. Por isso, insistem em serem corretos na reconstrução histórica. Durante toda Idade Média, as feiras foram um importante ponto de encontro e de trocas culturais. Durante uma feira, tanto camponeses como nobres comerciantes e artesãos aproveitavam o espaço vivo e fervilhante para comprarem, venderem e trocarem bens, notícias e mercadorias. Músicos, saltimbancos e grupos de teatros providenciavam a diversão, enquanto tendas e tavernas forneciam comidas e bebidas para todos os gostos. Foi nestes moldes que o Grupo de Combate Medieval Schola Militum realizou sua III Feira. Trazendo um gostinho de Idade Média em um lugar onde deu para admirar e adquirir o trabalho de nobres artesãos, atirar com arco e flecha, se divertir com a trupe de saltimbancos e se deliciar com a excelente comida e chopp do Gastropub Covil.

 

 

 

A joia da coroa
Perdão do trocadilho à pa
rte, em comemoração ao Quarto aniversário do Grupo de Combate Medieval Schola Militum, o tradicional banquete, iniciado na fundação do grupo e que se espelha naquelas da Idade Média: marcar eventos importantes com festejos, comida, bebida e boa música. Para tanto, mais de cem pessoas banquetearam, se conheceram e se divertiram bastante. Sim, comeram e beberam como reis (está irresistível fazer essas infâmias).

Considerada, em 2016, a melhor culinária medieval pela equipe do site Cena Medieval (http://www.cenamedieval.com.br/2017/01/os-melhores-eventos-do-meio-medieval.html#more),
o grupo manteve toda a excelência e comprometimento histórico já apresentados em pratos, bebidas e nas atrações do Banquete. Alimentos medievais minunciosamente estudados e preparados, cerveja exclusiva feita para o Banquete, som de Olam Ein Sof e Taberna Folk, explicações a cada um dos cinco pratos, o que representavam e como foram preparados. O que poderia dar errado? A cerveja foi preparada exclusivamente pela turma do Covil.

Tudo ocorreu no Clube Zodíaco, em Santo André, ao lado do SESC da cidade. Se você perdeu, não fique de fora do próximo. Quem não perdeu, já está ansioso pelo ano que vem.

PARA VER AS MAIS DE 110 FOTOS, CLIQUE AQUI.