22/06: “Na Vertical”, novo longa do diretor Alain Guiraudie

Depois de ser exibido em Cannes, produção distribuída no Brasil pela Zeta Filmes participa do Festival Varilux de Cinema Francês

Leo, um jovem cineasta, busca inspiração para o roteiro em que trabalha viajando pelo interior da França. Em uma de suas errâncias, conhece e se envolve com Marie, uma pastora de ovelhas preocupada com ataques de lobos ao seu rebanho. Passados nove meses, os dois têm um filho juntos.

 Sofrendo com depressão pós-parto e incapaz de confiar em Leo, que constantemente viaja sem aviso, Marie abandona ambos, o companheiro e o bebê.  Sozinho, Leo fará de tudo para se manter de pé, cuidando de seu filho e, apesar das complicações, levando seus projetos pessoais adiante.

Essa é a história de “Na Vertical”, longa do premiado diretor francês Alain Guiraudie. O filme, que integrou a seleção oficial do Festival de Cannes 2016, teve sua primeira exibição nacional no Indie Festival 2016, passou pelo Festival do Rio 2016 e está na seleção do Festival Varilux de Cinema Francês 2017. A produção estreia no circuito comercial brasileiro em 22 de junho com distribuição da Zeta Filmes.

O diretor
Nascido em 1964, o ator, diretor e escritor francês Alain Guiraudie iniciou sua carreira nos curtas metragens, no início da década de 1990. Seu primeiro longa, Ce vieux revê qui bougue, de 2001, foi agraciado com o prêmio Jean Vigo. Conhecido por abordar com frequência temáticas LGBT, o diretor já recebeu diversos prêmios relacionados à causa, entre eles a Queer Palm no Festival de Cannes 2013, por Um Estranho no Lago, pelo qual também recebeu o prêmio de Melhor Diretor na mostra Un Certain Regard, na mesma edição do festival.

Na Vertical (DCP, França, 2016, 100 min., 18 anos)
Direção: Alain Guiraudie
Roteiro: Alain Guiraudie
Direção de fotografia: Glaire Mathon
Montagem: Jean-Christophe Hym
Música: Thibault Deboaisne
Produção: Sylvie Pialat, Benoît Quainon
Elenco: Damien Bonard, India Hair, Raphaël Thiéry, Christian Bouillette, Basile Meilleurat, Laure Calamy, Sébastien Novac

Distribuição
A Zeta Filmes, criada em 1998 em Belo Horizonte, é uma produtora cultural que se dedica a realização de festivais de cinema, mostras, curadorias e exposições audiovisuais. Realiza o Indie Festival há 16 anos em Belo Horizonte e São Paulo, e também o Fluxus Festival que promove exposições de artistas audiovisuais. A Zeta começou a atuar também, em 2013, como distribuidora de filmes internacionais independentes no circuito comercial brasileiro. Distribuiu filmes premiados como Ida, ganhador do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2015; importantes diretores do cinema contemporâneo como Hong Sang-soo, Apichatpong Weerasethakul, Larry Clark, Corneliu Porumboiu, Danis Tanovic e Tsai Ming Liang; novos diretores como Sean Baker, Alex Ross Perry, Denis Côté e Amat Escalante, além de filmes autorais em 3D como Caverna dos sonhos esquecidos, de Werner Herzog e Contos da Noite, de Michel Ocelot. A Zeta também é responsável pelo Clássica, que leva aos cinemas versões restauradas de filmes clássicos como “A Doce Vida”, de Federico Fellini e “O Sétimo Selo” de Ingmar Bergman.Em 2016, a distribuidora estreou “Janis: Little Girl Blue”, de Amy Berg, “Tangerine”, de Sean Baker e “Na Ventania” de Martti Helde, entre outros.

www.zetafilmes.com.br