Amazon inicia construção de aeroporto próprio

A gigante norte-americana do comércio eletrônico iniciou este mês a construção do seu aeroporto, estimado em US $ 1,5 bilhão. O hub ocupa uma área de 3,6 quilômetros quadrados, próxima à cidade de Cincinnati, no estado americano de Ohio, nos Estados Unidos. O projeto foi iniciado em 2017, quando a empresa fechou um acordo para uso da área, por 90 anos

Foto: Pixabay

Com o empreendimento, a companhia de Jeff Bezos planeja ter mais controle de sua logística e melhorar o tempo de entrega de seus produtos para assinantes da Amazon Prime, reduzindo para apenas um dia. Além disso, a empresa se torna menos dependente das operações da FedEx, UPS e serviços de correios locais.

O projeto inclui sua própria torre de rampa, instalações para classificação e, eventualmente, espaço para até 100 aeronaves. “O hub permitirá entregas os pacotes mais rapidamente para os consumidores, e isso é muito importante. Vamos diminuir o tempo de entrega do Prime, e o aeroporto é um dos grandes responsáveis por isso”, declarou Bezos em entrevista para a rede de TV local WCPO-TV. As obras devem ficar prontas em 2021 e vão gerar até dois mil novos postos de trabalho na região.

A responsável pelo projeto é a joint venture da Whiting-Turner Contracting Co. e da Kokosing Construction Co., segundo confirmação de Sarah Rhoads, diretora da Amazon Air, para o Portland Business Journal. O planejamento, engenharia civil e levantamentos está a cargo da Woolpert, enquanto os serviços de design são fornecidos pela AECOM.