Até 30/07: CÁPSULA DO TEMPO RECEBE MAIS DE 30 MIL CARTAS E AMPLIA CAMPANHA ATÉ JULHO

A ação ficará ativa por mais alguns meses para que professores possam incentivar ainda mais alunos a deixarem mensagens para o futuro

 Que mensagem você gostaria de receber daqui a 32 anos? Pessoas de todo o País estão deixando respostas para esta pergunta ao participarem da ação social Encontro com 2050 – Cápsula do Tempo, que foi estendida até julho. A campanha já reúne mais de 30 mil cartas e serão armazenadas em um baú que será concretado nas fundações do prédio B32, em plena Avenida Faria Lima.

Milhares de estudantes já refletiram e colocaram no papel desejos para o futuro e o que esperam encontrar em 2050. Além dos jovens, também pais e professores escreveram cartas para amigos e familiares com a mesma intenção. Todos os destinatários vão receber as mensagens em 25 de janeiro de 2050, quando será realizada a ‘Exposição 32 anos Depois’, com cartas públicas de docentes e personalidades.

“E justamente por oferecer uma proposta tão positiva, recebemos diversas solicitações de professores que gostaram da ação, mas não tiveram tempo para realizar as atividades durante a aula. Então, vamos atender esses pedidos para que mais pessoas possam explorar os temas de futuro, e também para mais jovens terem a chance de enviar mensagens para familiares e amigos receberem em 2050”, diz Rafael Birmann, criador da ação.

Nesse período, um número ainda maior de docentes poderá exercitar o diálogo sobre diversas questões de futuro. Esta é uma chance de trabalhar com uma atividade sócioemocional em sala de aula, uma das competências que serão implantadas no ensino de escolas públicas e privadas a partir de 2019, com a nova Base Nacional Comum Curricular.

“E nós somos a fonte para trabalhar com esta habilidade”, diz a professora Jéssica Ferreira da Silva. A docente também deixará por escrito o que ela espera para o futuro do professorado. “É uma forma de historiar tudo o que esperamos para o amanhã. Será muito gratificante reler esta carta que estou preparando e ver os avanços que passamos”, destaca Jéssica.

“Desejamos motivar todas as pessoas a pensar sobre o amanhã. E acreditamos que este interesse está tanto dentro quanto fora das escolas. Realizei algumas palestras em escolas públicas do Estado de São Paulo e pude conferir de perto o entusiasmo desses jovens. É muito gratificante ver a mobilização que a ação gerou inclusive fora de São Paulo. No total, já recebemos mais de 30 mil cartas de todo o país, que estão sendo enviadas pelo correio e pelo site da campanha. Acreditamos que chegaremos a receber 50 mil cartas, que é capacidade máxima que o baú pode comportar”, conta Birmann.

Entre os alunos, a atividade também gera reflexões, como é o caso da estudante do terceiro ano do Ensino Médio Giuliana Niggli, que escreveu uma série de cartas para amigos, familiares, e para si mesma. “Tenho certeza de que a sensação de ler algo que eu escrevi para mim mesma daqui a mais 30 anos será incrível. Também será uma forma sensacional de me relembrar e estar próxima de pessoas que hoje são muito queridas, mas que em 2050, talvez, possam estar afastadas. Será um belo incentivo para lembrar os momentos importantes, das amizades que tenho hoje, de como elas nasceram e das emoções compartilhadas”, diz a jovem.

Para participar da campanha social, como diversos professores estão fazendo, ou escrever recados para pessoas queridas, é muito simples. Basta enviar quantos recados quiser por meio do site www.encontrocom2050.com.br ou enviar textos escritos à mão para o CEP promocional 05978-960, São Paulo, SP. Os endereçados vão se surpreender ao receber mensagens enviadas décadas atrás, a partir de 25 de janeiro de 2050, quando a Cápsula do Tempo for aberta.