Como enlouquecer seu professor de Física

Professora de Física, a escritora Elika Takimoto conta uma história bem-humorada de como a ciência pode transformar a vida e, questiona os ensinamentos tradicionais nas escolas, em livro que acaba de ser lançado pela Editora do Brasil

Não vá enlouquecer como o professor Inácio. Ou melhor, vá! E seja feliz! O professor é um (dos) alter ego da escritora Elika Takimoto no livro “Como enlouquecer seu professor de Física”, que acaba de ser lançado pela Editora do Brasil. O personagem Inácio, professor de física de uma escola de pré-vestibulandos, tem a mesma metodologia de ensino dos demais professores, até encontrar Hideo, um aluno inteligente que a princípio só queria enrolar o professor para que ele não passasse o conteúdo das aulas, mas acaba questionando os ensinamentos sobre as Leis de Newton e faz Inácio mudar seus conceitos sobre a ciência.

O questionamento de Hideo – outro alter ego da escritora — faz o professor, ao buscar as respostas, colocar em dúvida o padrão de ensino das escolas e a mudar sua própria técnica de dar aulas. O livro denuncia e discute os ensinamentos da Física e da Ciência no ensino fundamental e médio e critica o fato de serem baseados em cálculos matemáticos e sem correlação com a realidade. Logo, o que poderia ser uma troca de diálogo num debate sobre a matéria de física, se transforma em discussão sobre o sistema de ensino no país.

Professora de Física, Elika diz que mudou sua concepção durante as pesquisas de doutorado em Filosofia, em 2014, quando se aprofundou nos estudos e decidiu colocar seu aprendizado em sala de aula —e agora no livro “Como enlouquecer seu professor de física”. Nele, Inácia acusa o sistema de ensino de ser antiquado e não propiciar a formação de cidadania, ali substituída por uma abordagem baseada unicamente no esforço para se passar em vestibular, deixando de dar os mecanismos aos alunos e professores para denunciar tudo que está errado.

“Quando fui fazer a minha pesquisa do doutorado deparei-me com um lado da ciência que desconhecia por completo. Esse lado fez com que eu mudasse completamente o meu conceito sobre o que vem a ser uma “ciência exata” dado a quantidade de controvérsias que me deparava ao estudar grandezas como massa, por exemplo”, conta Elika. “A pergunta que me fazia era: por que ninguém nunca havia me falado isso? E mais, como explicar tudo o que estava lendo de um modo que outros entendessem? ”, diz.

Elika, então, usou Inácio e Hideo para colocar suas dúvidas e certezas sobre o Ensino. “Espero com o livro, que quem o leia, sinta ao menos 10% da perplexidade que senti quando fui apresentada às questões trazidas, no caso do livro, pelo personagem Hideo”, completa. “Os dois juntos (Inácio e Hideo) marcam o maior conflito interno que vivi durante toda a minha pesquisa na área de Filosofia”, conta a escritora em sua apresentação. “Quando aprendemos algo, temos a necessidade de compartilhar esse conhecimento. Daí, veio a ideia de escrever o livro”, diz.

Apesar do aspecto de denúncia, o público, especialmente os adolescentes em idade de vestibular, não deve encontrar dificuldades para conhecer a história. Pelo contrário, blogueira com

presença constante nas redes sociais, Elika usa de linguagem jovem, com narrativa e diálogos alegres, quase coloquiais, para prender o leitor na história e deixa o embate entre a realidade do ensino e a visão proposta pela escritora, para os capítulos finais. Mas isso não será empecilho, porque ao ler o início da história, o leitor certamente terá ansiedade para alcançar o seu desfecho.

“Como Enlouquecer seu professor de física”, conta ainda com as ilustrações de Ana Matsusaki e um anexo com as “Curiosidades da Ciência” contendo as descobertas dos maiores gênios da humanidade: Aristóteles, Ptolomeu, Copérnico, Galileu Galilei, Kepler, Isaac Newton e Albert Einstein. “Ilustrar esse livro foi uma oportunidade de dar uma espiada em outras formas de pensar e entender esse mundo instigante e misterioso no qual vivemos”, disse Ana.

Autora: Elika Takimoto
Ilustração: Ana Matsuka
Segmento: Literatura
Páginas: 164
Formato: 17x 24 cm
Valor: R$56,80

Sobre a autora
Elika Takimoto mora no Rio de Janeiro, é professora de física do Cefet -RJ, doutora em filosofia, mestre em História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia pela UFRJ. Vencedora do Prêmio Saraiva Literatura na categoria juvenil (crônica), é autora dos livros História da Física na sala de aula (Editora Livraria da Física), Minha vida é um blog aberto (Saraiva) e Beleza suburbana (Autografia).

Sobre a ilustradora
Ana Matsusaki nasceu em São Paulo e desde criança viaja pelos livros através de imagens e palavras. Como uma das brincadeiras, ainda criança, ela já criava revistas e livros: escrevia e ilustrava. Formada em Design Gráfico faz ilustrações para revistas, livros e cria projetos gráficos para editoras. Adora assistir documentários sobre Ciência, Físicas e o Universo.

Sobre a Editora do Brasil
Fundada em 1943, a Editora do Brasil atua há mais de 70 anos com a missão de mudar o Brasil por meio da educação. Como empresa 100% brasileira, foca a oferta de conteúdos didáticos, paradidáticos e literários direcionados ao público infantojuvenil. Foi fundadora da CBL, SNEL, FNLIJ, IPL e da Abrelivros. Os títulos estão disponíveis para comercialização por meio da loja virtual da Editora Brasil (http://www.editoradobrasil.com.br/lojavirtual/) ou nas lojas físicas, em São Paulo (Rua Conselheiro Nébias, 887 – Campos Elíseos, São Paulo – SP), Rio de Janeiro (Rua do Bispo, 150 – Rio Comprido-RJ) e Natal (Rua dos Caicós, 1533 – Alecrim, Natal- RN).