Guerra das Raças

Em um mundo cheio de criaturas míticas e perigos, Guerra das Raças traz uma história cheia de aventura que conquista o leitor do começo ao fim. Confira algumas curiosidades dessa obra que vai deixar quem a lê viciado!

1 – Não ao preconceito
Com diversos personagens distintos, pertencentes a inúmeras raças, o livro mostra a importância da igualdade e trabalha na cabeça dos leitores a questão do preconceito, mostrando como o racismo, de forma geral, é uma barreira para a evolução. É importante quando obras buscam incentivar o pensamento de igualdade, principalmente no público jovem.

2 – Trabalho em equipe
Ambientado em um mundo com constantes guerras, o livro mostra a relevância do trabalho em equipe, incentivando o público a se livrar da opressão e buscar o progresso. Guerra das Raças ensina que um povo unido é mais forte, uma lição que se pode levar para todas as esferas da vida em sociedade.

3 – Você pode aprender sobre outras mitologias e culturas
Guerra das Raças também ensina um pouco da mitologia nórdica e deixa o leitor sempre interessado e informado.

4 – Girl Power
Há personagens femininas guerreiras e de caráter forte para ninguém botar defeito! O livro não é indicado apenas ao público masculino, tem poder para conquistar qualquer leitor e não deixa suas personagens serem vistas como mulheres submissas que precisam ser salvas, como acontece em tantos livros de literatura fantástica.

5 – Uma obra de fantasia para o público infanto-juvenil
A fantasia é um gênero bastante abordado no mundo do jovem, esses livros existem aos montes, mas nem sempre suprem a necessidade do leitor de uma obra diferente ou de qualidade. Guerra das Raças tem uma linguagem interessante, apresenta um mundo novo e tem uma maneira descontraída de inserir o leitor jovem nas discussões que abordam conflitos sociais.