JOGOS DE MESA, do Coletivo Tralha

Coletivo Tralha lança livro-objeto, o JOGOS DE MESA. Publicação traz dispositivos modulares com nova série gráfica para jogos poéticos e reflexão sobre a sociedade do consumo e o meio ambiente

O Governo do Estado de São Paulo e a Secretaria da Cultura apresentam JOGOS DE MESA, do Coletivo Tralha, um livro-objeto para construção de jogos poéticos. O lançamento na capital paulista do projeto do Coletivo Tralha, contemplado pelo Programa de Ação Cultural (ProAC), Edital no 16/2016, apoio a projetos de Artes Visuais – Livro de Artista, acontece no dia 29 de outubro, na Livraria da Vila. No dia, os artistas Anderson Rei e Matheus Giavarotti estarão no local, das 15h às 18h, e, com os livros dispostos para manuseio, proporão possibilidades de jogos e reflexão.

A obra é continuidade das propostas do Coletivo Tralha, que têm como eixos em comum: arte e mídia, consumo e meio ambiente, cidade e arquitetura. O JOGOS DE MESA estende ao campo das publicações o trabalho do coletivo, que por meio de jogos artísticos e poéticos, constituem obras efêmeras construídas entre público e artistas para trazer uma nova percepção sobre o espaço.

O livro-objeto – equipado com cubos, dominós, figuras humanas em miniatura, tabuleiro, dados e fichas – propõe dez jogos poéticos, como Caça Palavras, Trilha, Construir Palavras, Construir Cidades, Quebra Cabeças, além de instigar o próprio jogador a criar sua proposta com o material. Nos 60 dispositivos modulares a serem manipulados, que cada JOGOS DE MESA traz, estão impressos letras e imagens – uma série gráfica inédita desenvolvida para o projeto abordando a Serra da Mantiqueira e o Vale do Paraíba, além das séries sobre a cidade, produção, consumo e descarte já utilizadas pelo Coletivo Tralha. As imagens mostram espaços naturais e culturais e pretendem, assim, trazer uma reflexão sobre a desvalorização do espaço público e do bem coletivo; percepções sobre uma sociedade com valores individualistas e consumo desenfreado.

Exemplares do livro serão distribuídos gratuitamente para bibliotecas, centros culturais e escolas da região da Serra da Mantiqueira, Vale do Paraíba e São Paulo, e demais poderão ser adquiridos pelo preço de R$ 160,00 nos locais de lançamento e via mídias do Coletivo Tralha, como o site www.coletivotralha.com.br/site e página no Facebook, www.facebook.com/coletivotralha. O livro-objeto também terá um lançamento na Serra da Mantiqueira, em Campos do Jordão, no dia 27 de outubro.

Sobre o Coletivo Tralha – Em 2009, a partir de experiências na produção de instalações, vídeos, colagens em espaços públicos, oficinas artístico-educativas e trabalhos de arte interativos, os artistas Anderson Rei e Matheus Giavarotti criaram o Coletivo Tralha. O grupo realiza propostas com elementos de interação entre obra e público que reconfiguram o espaço ocupado com intervenções artísticas, dinâmicas e dispositivos lúdicos. No seu currículo, estão intervenções em diversas unidades SESC, Centro Cultural São Paulo, Galeria Virgílio e na última edição da FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty, além de instalação no Centro de Arte Contemporáneo – Wifredo Lam, em Havana, Cuba, em 2010.