Luz dos meus olhos

De forma delicada e emocionante “Luz dos meus olhos” aborda a cumplicidade entre um pai deficiente visual e sua filha. Numa relação familiar repleta de afeto, amor e carinho

Respeito e aceitação aos deficientes visuais são abordados pelo autor e ilustrador Celso Sisto com delicadeza e precisão nessa história que foi inspirada na relação da sua sobrinha, hoje com 20 anos, e o seu pai. “A relação desses dois é tão bonita. Sempre achei tão poética a maneira como ela (a Duda, sobrinha e personagem) se relacionava com meu cunhado, fato que capturei, guardei e quando estava madura a minha história resolvi contar”, declara.

Mas ele alerta que não é tudo biográfico. “Tem coisas que inventei, mas isso pouco importa. O que importa é que a história é bonita e tocante”, descreve o autor que preza pela utilização da delicadeza ao abordar alguns temas mais sensíveis. Ele opta exatamente para não cair no lugar-comum e trabalhar essas questões da diferença de forma didática e cheia de ensinamentos, como é comum nesse tipo de abordagem. “Quero fazer literatura e não livro didático”, afirma.

A publicação da Editora do Brasil traz uma mensagem altamente positiva e impactante sobre as diferenças e a aceitação. O autor conta que seu cunhado é o cego mais animado e sorridente que conhece, tem uma energia para cima e é alegre. “Ele sempre nos contou que, sabe quando está num lugar muito escuro, menos escuro, na claridade e na luz do sol. Há uma sensação deles em relação a essa exposição à luz, mesmo não vendo, que eu procurei retratar nas cores que usei de fundo para as ilustrações”, detalha.

No processo de criação desse livro primeiro veio o texto, depois as ilustrações que Sistofez questão deproduzir. Sua preocupação é sempre não ser óbvio e fazer as imagens dialogarem com o texto e irem além dele, trazendo coisas que o texto não diz. Tudo com muito afeto, carinho e amor.

Autor e ilustrador: Celso Sisto
Formato:20,5 x 27,5 cm
Número de Páginas:24 páginas
Preço sugerido: R$39,90

Sobre o autor
Celso Sistovive no Rio de Janeiro, mas está radicado no Rio Grande do Sul desde 1998. É ator, arte-educador, ilustrador, contador de histórias, especialista em literatura infantil e juvenil, mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutor em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e realiza estágio de Pós-Doutoramento na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atuou como professor da PUC do Rio Grande do Sul e da FACCAT (Faculdades Integradas de Taquara), nos Cursos de Letras e Pedagogia, nas disciplinas de literatura infantojuvenil, artes cênicas e artes visuais, bem como de escrita criativa e contação de histórias. Também coordenou pela Faculdade de Letras da PUCRS, o projeto de contação de histórias na Pediatria do Hospital São Lucas, que pertence à referida universidade. Escritor de livros para crianças e ilustrador, já publicou oito dezenas de livros e colecionou alguns prêmios, como autor e ilustrador revelação pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil em 1994 e 1999. Em 2011, seu livro Diáfana foi a primeira obra infantil agraciada com o prêmio de Livro do Ano no Açorianos. É autor, entre outros, de Rosalva-mãos-de-fada, O rei das pequenas coisas, A compoteira, O casamento da princesa, Emburrado, Mãe África . E acaba de abrir, em Porto Alegre, o “Labirinto de Papel” – espaço de educação e arte, onde ministra cursos e investe profissionalmente na formação de novos contadores de histórias.

Sobre a Editora do Brasil
Fundada em 1943, a Editora do Brasil atua há mais de 70 anos com a missão de mudar o Brasil por meio da educação. Como empresa 100% brasileira, foca a oferta de conteúdos didáticos, paradidáticos e literários direcionados ao público infantojuvenil. Foi fundadora da CBL, SNEL, FNLIJ, IPL e da Abrelivros. Os títulos estão disponíveis para comercialização por meio da loja virtual da Editora do Brasil (http://www.editoradobrasil.com.br/lojavirtual/) ou nas lojas físicas, em São Paulo (Rua Conselheiro Nébias, 887 – Campos Elíseos, São Paulo – SP), Rio de Janeiro (Rua do Bispo, 150 – Rio Comprido-RJ) e Natal (Rua dos Caicós, 1533 – Alecrim, Natal- RN).