Música de Montagem – A Composição de Música Popular no Pós 1967

Na obra, o autor trata sobre a construção das sonoridades na música pop desde os Beatles

O pop é Trilha sonora de momentos importantes em todo o mundo. Por causa dele as barreiras culturais se abriram para novas experiências desde Beatles, Michael Jackson e os novos sucessos de boy e girl bands ao redor do planeta. Desta forma, entender como ocorre a construção de sonoridades da música popular torna-se imprescindível para profissionais e amantes da música. Com essa proposta, Sérgio Molina, coordenador do curso de Música da Faculdade Santa Marcelina, lança o livro “Musica de Montagem – A Composição de Música Popular no Pós 1967”.

Com uma linguagem objetiva e direta, a obra possibilita ao leitor, seja ele especialista ou leigo no tema, uma verdadeira viagem pelo mundo das sonoridades. O autor também aborda a gravação de importantes músicas que marcaram época, desde o samba amaxixado “Pelo Telefone”, no Brasil, e do jazz “Livery Stable Blues”, nos EUA, de 1917, até sucessos mais recentes de Gilberto Gil, Sting e Björk.

No livro, Molina explica como o álbum “Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band” do quarteto inglês, com o uso da tecnologia, transforma radicalmente a composição na década de 1960, dividindo a história da criação de canções no ocidente. Além do destaque aos Beatles, o autor destrincha o álbum “Minas” (1975), de Milton Nascimento. Em suas páginas, o livro apresenta argumentos sobre a intensa influência dessas mudanças na maneira de compor desde então, uma vez que uma das características da arte contemporânea é a criação por meio de fusões, sobreposições, cortes e colagens.

Outro ponto abordado é um estudo aprofundado das referências rítmicas da música africana que estão por trás do swing de toda a música popular. O texto, vencedor do “Prêmio Tese-Destaque USP – 2015”e do “Prêmio Funarte de Produção Crítica em Música – 2016”, conta com prefácio de Zuza Homem de Mello e uma apresentação de Arrigo Barnabé. O livro pode ser encontrado nas principais livrarias do País, com o preço sugerido de aproximadamente R$ 39,00.
Sobre o autor
Graduado em Composição, mestre em Musicologia e doutor em Música pela USP, Sergio Molina coordena a pós-graduação em Canção Popular na Faculdade Santa Marcelina. O curso tem por objetivo abranger os olhares para o estudo acadêmico da canção popular, que é trilha sonora do mundo inteiro.

Sobre a Faculdade Santa Marcelina
Faculdade Santa Marcelina é uma instituição de ensino superior mantida pela Associação Santa Marcelina – ASM, fundada em 1º de janeiro de 1915 como entidade filantrópica. Desde o início, os princípios de orientação, formação e educação da juventude foram os alicerces do trabalho das Irmãs Marcelinas. Em São Paulo, a Congregação das Irmãs Marcelinas chegou ao bairro de Perdizes, em 1927, e ao bairro de Itaquera, em 1999. A instituição oferece toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento intelectual e social de seus alunos, formando profissionais em cursos de Graduação e Pós-Graduação (Lato Sensu). Na unidade Perdizes os cursos oferecidos são: Música, Licenciatura em Música, Artes Visuais, Licenciatura em Artes Plásticas, Moda e Relações Internacionais. Já na unidade Itaquera são oferecidas graduações em Administração, Ciências Contábeis, Enfermagem, Fisioterapia, Medicina, Nutrição e Tecnologia em Radiologia.