Netflix adquire direitos de exibição de filmes premiados em Cannes

Dois filmes reconhecidos pela crítica no Festival de Cannes 2019 vão entrar na grade da Netflix em breve. A gigante do streaming adquiriu os direitos de exibição de ‘Atlantics’, ganhador do Grande Prêmio do Júri, e da animação ‘I Lost My Body’, premiado melhor filme na Semana Internacional da Crítica

Foto: Facebook Festival de Cannes

O senegalês Atlantics, dirigido por Mati Diop, conta a história de Ada, uma adolescente de 17 anos que se apaixona por Souleiman, mas já está prometida a outro. Souleiman e seus companheiros de trabalho saem de Dacar, capital do Senegal, em busca de um futuro melhor. Depois de alguns dias, um incêndio destrói o casamento de Ada e uma febre misteriosa começa a se espalhar pela cidade. Ada nem imagina que, coincidentemente, Souleiman está de volta. Diop foi a primeira diretora negra a participar do festival francês.

Na animação francesa I Lost My Body, de Jeremy Clapin, uma mão decepada escapa de um laboratório em busca do seu corpo original. Enquanto se desloca pelas ruas de Paris, pensa na vida com o jovem ao qual pertencia. Ao se encontrar com Gabrielle, a trajetória é modificada.

Segundo a revista estadunidense Variety, a Netflix adquiriu os direitos mundiais de exibição com algumas exceções como China, Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo), Suíça, Rússia e França para ‘Atlantics’; e China, Benelux, Turquia e França para ‘I Lost My Body’.

A compra dos direitos destes filmes é uma forma da Netflix marcar presença na 72ª edição do festival francês, uma vez que está proibida pela organização de concorrer com as suas produções originais. Para quem não se lembra, no ano passado, por exemplo, Cannes se recusou a incluir o longa metragem “Roma”, de Alfonso Cuarón, no festival. A produção que traça um panorama da Cidade do México, onde o consagrado cineasta cresceu, levou o Oscar 2019 de Melhor Fotografia, Melhor Filme em Língua Estrangeira e Melhor Direção, para Cuáron.