Primeiros escritos filosóficos

Primeiros escritos filosóficos de Adorno ganham tradução inédita em português. A Coletânea traz cinco textos fundamentais produzidos pelo filósofo alemão em sua juventude que ajudam a entender seu pensamento ulterior  

Figura maior no panorama filosófico do século XX, Theodor W. Adorno foi responsável por uma experiência intelectual gerada pela confrontação incessante da filosofia com o “campo da empíria”. Para entender as bases de seu pensamento, chega ao leitor brasileiro Primeiros escritos filosóficos, lançamento da Editora Unesp.

“Os Primeiros escritos filosóficos de Theodor Adorno são compostos por cinco de seus textos produzidos entre 1924 e 1932”, pontua Verlaine Freitas, pesquisadora da Universidade Federal de Minas Gerais que traduziu a obra e assina sua apresentação. O primeiro texto, intitulado “A transcendência do coisal e do noemático na fenomenologia de Husserl”, constitui sua tese de doutorado entregue à Universidade de Frankfurt sob orientação de Hans Cornelius; o segundo, finalizado três anos depois com o título “O conceito de inconsciente na doutrina transcendental da alma”, “deveria ser sua tese de habilitação docente”, escreve Freitas, “mas foi recusado por Cornelius, sob o argumento de que as duas primeiras partes não apresentariam suficiente distanciamento em relação às ideias contidas em sua obra Sistemática transcendental”.

Já “A atualidade da filosofia” surge como terceiro texto publicado e corresponde à palestra inaugural da Universidade de Frankfurt, proferida em 1931, em que Adorno dialoga criticamente com as ontologias fenomenológicas e propõe uma concepção da tarefa filosófica que antecipa diversos de seus temas. É seguido por “Ideia da história natural”, de 1932, referente a outra palestra e “Teses sobre a linguagem do filósofo”, que, “embora curto, é relevante por nos indicar as primeiras formulações programáticas da escrita constelatória e sua imbricação com a objetividade histórica.”

A obra se junta a outros grandes trabalhos de Adorno que ainda não tinham sido publicados em português, assim como algumas novas traduções que se mostraram necessárias tendo em vista padrões atuais de edição de textos acadêmicos.

Sobre o autor
Theodor W. Adorno (1903-1969) foi um filósofo alemão e um dos principais teóricos da cultura. Fez parte da corrente conhecida como Escola de Frankfurt, ao lado de Max Horkheimer, Walter Benjamin e Jürgen Habermas.

TítuloPrimeiros escritos filosóficos
Autor: Theodor W. Adorno
Tradução: Verlaine Freitas
Número de páginas: 500
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 95,00
ISBN: 978-85-393-0761-6