“Quem Matou o Caixeta?” é a nova graphic novel da AVEC editora.

Um youtuber morto e uma série de questões sobre o comportamento das sociedades são as chaves desta trama objetiva e questionadora.

Caixeta era um youtuber famoso e polêmico que morreu em circunstâncias misteriosas. O que estaria acontecendo em sua vida pessoal por detrás dos vídeos com milhares de seguidores? Teriam seus haters levado a cabo as ameaças feitas por conta das controversas opiniões de Caixeta? Ou ainda mais: Teria mesmo sido um crime?

Essa é a linha da trama de “Quem Matou o Caixeta?”, HQ de estréia de Rainer Petter, lançada pela editora AVEC.

O público terá a chance ver não somente toda sua bagagem como ilustrador e professor de pintura digital, mas também a reflexão sobre questões que cercam o cotidiano de todos, como os discursos de ódio, preconceito, machismo, intolerância e liberdade de expressão, dentro e fora da internet.

A HQ de Rainer Petter:
Um espelho ou Ficção?
Uma crítica bastante subliminar mas ao mesmo tempo forte, construída através da mescla entre questões dos leitores somadas as impressões pessoais do autor acerca destes temas. “Quem Matou o Caixeta?”expõe situações sobre preconceito e ódio contra minorias de forma objetiva, fazendo o leitor enxergar além da HQ a forma como suas próprias relações sociais estão sendo construídas.

Montada em camadas, como Rainer comenta, a HQ nasceu como uma espécie de exercício de crítica sobre estes assuntos de forma muito explícita.

Usando o processo de postagem em etapas no Facebook, o autor passou a compreender como cada tema era debatido pelas pessoas.

O retorno destas impressões foi se aderindo a ideia original, modificando a forma como a história ia se desenvolvendo através da inserção de assuntos que os próprios leitores levantavam a cada nova postagem.

“No início, a história era apenas um exercício de narrativa. Eu fazia algumas imagens, pautava um tema e ia tentando desenvolver uma trama a partir disto. Neste processo a interatividade com o leitor influenciou muito no desenvolver da trama. Estas questões sobre preconceito e ódio contra minorias estavam em alta no contexto em que eu vivia e também na internet, então a trama fluiu para este caminho de forma natural”, relembra Rainer.

Referências Fortes:  Do cotidiano a Jodorowski
Citando as influências do podcast “Mamilos” do canal B9 na construção das ideias que seriam debatidas por Caixeta, o autor achou uma fonte enorme de temas que causam polêmica, desde o Sistema Prisional Brasileiro até a Crise Política e o Desemprego.

O centro da trama que envolve o personagem principal estaria justamente na forma como as pessoas aceitam, compreendem e debatem os temas em que se atentam.

A segurança em estar anônimo ressalta as respostas mais francas e quase instintivas em cada um, e isso na maioria das vezes tem sido negativo e cruel, principalmente na internet.

Além disso, para a forma como planejou a construção da narrativa para “Quem Matou o Caixeta?”, Rainer cita a influência do diretor – e também produtor, roteirista e poeta – Alejandro Jodorowski, que com sua estrutura de roteiro pouco linear, causa uma sensação de dúvida e atração pela trama proposta.

“Quem Matou o Caixeta?” já está em pré venda na loja online da AVEC Editora. Conheça em primeira mão o trabalho de Rainer Petter e tenha a chance de analisar através de seus traços, a forma como você mesmo lida com essas questões diariamente.

Além de uma graphic novel, “Quem Matou o Caixeta?” é um exercício de tolerância e auto percepção bastante necessário a todos atualmente. Aceita essa proposta de auto-avaliação? Será uma aventura incrível! Você pode adquirir clicando aqui.

Quem Matou o Caixeta?
ISBN: 978-85-5447-017-3
PREÇO: R$ 39,90
FORMATO: 16×23 cm
96 páginas coloridas
Papel: Couche Fosco 150g
Capa:Supremo cartão 300g Prolan fosco com verniz
CATEGORIA: Quadrinhos
PÚBLICO/IDADE: Adolescentes/Jovens adultos